Imagens via Pinterest

 

 

 

 

Oi, gente! 

Como vão indo? 🙂

 

Vocês já devem ter notado por aí que desde o ano passado o granilite e o marmorite estão voltando! Aquele piso dos prédios antigos, das casas de vó atualizaram-se e agora poderão ser vistos em tudo quanto é canto, do chão ao teto das casas e em objetos decorativos e de vestuário.

Esta tendência, também chamado de Terrazo já foi sucesso em outros anos, como na década de 40 e de 80 com o Memphis Style e volta toda repaginada sendo cenário de muita decor. Apesar dos fragmentos, o granilite consegue se adequar tanto para os ousados quanto para os mais discretos.

Imagens via Pinterest

O granilite é composto de cimento, areia e diversos minerais, como mármore, quartzo e granito, por isso possui diferentes tonalidades, tamanhos de fragmentos e texturas (pode ter acabamento áspero ou liso).

Podendo ser usado tanto em áreas internas quanto externas, o granilite tem diversas vantagens por se tratar de um material que é aplicado como uma massa, ou seja, não há emendas, não há rejunte e o aproveitamento é de 100%, já que não há a possibilidade de descarte de peças quebradas como em azulejos, por exemplo.

Sua manutenção também é bastante simples, podendo-se usar apenas água e sabão, sem a necessidade de algum produto específico, além de ser muito resistente e menos suscetível a manchas. 

O granilite ou marmorite é uma ótima alternativa para o mármore, pois tem um custo muito menor e um efeito semelhante, mas tudo vai depender do gosto da pessoa, pois não é só porque virou tendência novamente que precisamos usar, não é mesmo?

O que acham? Vocês usariam em casa? Em qual cômodo e de que maneira?

 

Abraços!